Tarte Tatin – torta de maçãs de cabeça para baixo

Tarte Tatin

A Tarte Tatin é uma torta francesa feita ao contrário, tradicionalmente feita com maçãs. Na hora de assar a massa fica por cima do recheio ao invés de embaixo, o que permite que o recheio caramelize no calor sem ressecar. Segundo a lenda ela foi inventada pelas irmãs Tatin que tinham esquecido de colocar a massa na torta e quando perceberam-se do esquecimento decidiram colocá-la por cima do recheio mesmo…  O fato é que esta invenção proporcionou um modo interessante de cozimento e que hoje em dia é declinado em outras variações, com pêras no lugar das maçãs ou até com tomates na versão salgada.

Esta é a primeira vez que faço a Tarte Tatin, que antes só tinha experimentado em restaurantes. E agora que descobri que é bem fácil acho que vou me aventurar na versão salgada da próxima vez para ver no que dá. Por enquanto deixo aqui a receita da tradicional com maçãs que eu tirei da minha Bíblia da cozinha e que eu achei ótima mas adaptei um pouco aumentando a quantidade de caramelo para cobrir bem a minha forma. Esta torta é perfeita servida quente acompanhada com sorvete de baunilha. Vamos à minha versão da receita:

Ingredientes:

  • 200g de farinha
  • 120g de manteiga
  • 2 colheres de sopa de açúcar refinado
  • 150 g de açúcar em pedaços ou refinado
  • 1 kg de maçãs
  • sal

Preparo:

Prepare a massa misturando a farinha, 100g de manteiga, 1/2 colher das de café de sal, 1 col. de sopa de açúcar refinado e 1/2 copo d’água. Se você for sortuda ou preguiçosa como eu pode também usar massa pronta, aqui na França vende no supermercado e eu usei a massa do tipo brisée. Não sei bem qual seria a tradução disso para o português…

Para o recheio prepare um caramelo com o açúcar (pode ser açúcar em pedaços, eu substituí por açúcar refinado) e duas colheres (das de sopa) de água. Se a sua forma puder ir direto ao fogão prepare o caramelo já dentro da forma. Senão vire o caramelo na forma quente para que ele se espalhe por todo o fundo da forma.

Descasque e corte as maçãs em pedaços grandes. Para que elas não escureçam durante a preparação vá colocando as maçãs descascadas dentro de uma vasilha com água fria e umas gotinhas de limão, isso impede a oxidação. Disponha os pedaços de maçãs por cima do caramelo frio na forma em círculos concêntricos. Polvilhe de açúcar (1 col. de s.) e distribua pequenos pedaços de manteiga por cima (20g).

Por último coloque a massa por cima das maçãs cuidando para enfiar bem a massa nos cantos da forma. Leve ao forno a 230 graus durante 25 a 30 minutos até a massa ficar bem dourada. O segredo agora é desenformar a torta virando-a sobre um prato ainda quente, tomando cuidado para não se queimar com o caramelo!

Se você tiver uma frigideira com cabo de metal uma outra forma de fazer esta torta é preparando-a diretamente dentro da frigideira ao invés de usar a forma, igual o Jamie Oliver fez neste vídeo aqui. Pessoalmente a única vantagem que eu vejo nisso é de sujar menos louça, mas o toque dele de colocar uma baunilha inteira me deixou com água na boca! Vou acrescentar na próxima vez….

Anúncios

2 pensamentos sobre “Tarte Tatin – torta de maçãs de cabeça para baixo

  1. Pingback: Bolo de tangerina de cabeça pra baixo | Receita da Lu

O que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s